Alguém corrompõe a presidenta?

O ministro do trabalho, Carlos Lupi, aparentemente o próximo da lista na "faxina" ministerial do governo Dilma, afirmou em alto e bom tom em rede nacional que quer cadeia para os corruptos e para "quem corrompõe".

Pelo visto, o ministro está colaborando para a grande reforma que está sendo promovida pelo governo atual. Não é, de forma alguma, a reforma política, a reforma agrária ou mesmo a reforma ministerial. É a reforma da língua portuguesa...

Estou aqui me perguntando se "corrompõe" é a terceira pessoa do verbo "corrompor", ou se, daqui por diante, a terceira pessoa do verbo entender, por exemplo, deve ser "entendõe": eu entendo, tu entendes, ele entendõe.

A reforma, aliás, já começou desde a posse de Dilma, quando foram abolidos os substantivos comuns de dois gêneros. Afinal, Dilma não é "a presidente". Ela é - pelo menos segundo a Voz do Brasil -  "a presidenta".

Será que a nossa presidenta, quando era estudanta, tinha algum colego? Se for esse o caso, eu vou fazer um protesto junto aos ógãos competentes: quero que a minha carteira de motorista seja imediatamente trocada por uma carteira de motoristo.


Postado em 08/11/2011 às 11:02      0 comentários

 

Voltar